Regulamento 60º CVA DX Contest – versão 1.2

Print Friendly, PDF & Email

MINISTÉRIO DA DEFESA
EXÉRCITO BRASILEIRO
ESCOLA DE COMUNICAÇÕES ESCOLA
CORONEL HIGINO CORSETTI

 

         

 

CLUBE DE RADIOAMADORES DA ESCOLA DE COMUNICAÇÕES – CRAEC
http://www.cvadx.org

PT2CVA – Estação Oficial

Presidente
Daniel Moura Felix Cardoso – Cap

Vice-Presidente
Antônio Anderson Silva Marques – Cap

Diretor de Radioamadorismo
Rafael Costa Barros – 1º Ten

Diretor Técnico
André Ricardo Silva Vieira dos Santos – 2º Ten

Diretor de Informática
Ricardo Rebelo Silva Melo – 2º Ten

Diretor de Telegrafia
Márcio Alexandre Silva Muniz – STen

Secretário
João Gabriel Assunção Rodrigues de Souza – 3º Sgt

Auxiliar de Secretaria
Nilson Lisboa da Cruz Filho – Sd

 

60º Concurso Verde e Amarelo – CVA
(CW – 3º Final de semana do mês de Agosto)
(SSB – 4º Final de semana do mês de Agosto)

 

Organizadores
PT2AC – Glauber
PS7DX – Ed

 

 

 

 

REGULAMENTO DO 60º CONCURSO VERDE E AMARELO (V. 1.2)
Última alteração  01-jul-2019

 

  1. DATA:
    Modo            Hora               Evento

Terceiro sábado cheio de agosto    (17/08/2019)       CW          21:00 (UTC)            Início
Terceiro domingo cheio de agosto (18/08/2019)      CW          21:00 (UTC)            Fim
Quarto sábado cheio de agosto       (24/08/2019)      SSB          21:00 (UTC)           Início
Quarto domingo cheio de agosto    (25/08/2019)     SSB          21:00 (UTC)            Fim

  1. CATEGORIAS
    2.1 Categorias para os modos, CW e SSB:

OBS: Para todas as categorias: O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. É vedada a operação (para pontuar) de pessoas não portadoras de COER, assim como de portadores de COER em QRG não autorizada a sua classe.

2.1.1) YL Operadora Única YL (YL Classe A, B ou C) Exclusiva para Radioamadoras, Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (a operadora). A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. (Premiação para 1ª colocada nacional para cada classe, A, B e C e 1ª colocada internacional).

2.1.2) Operador Único – Única Banda Alta Potência: 10, 15, 20, 40 e 80m (SOSB HP): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país.  É permitido operar em mais de uma banda e escolher apenas uma delas para competir, porém, deve ser enviado o log completo. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional)

2.1.3) Operador Único – Única Banda Baixa Potência (até 100 w): 10, 15, 20, 40 e 80m (SOSB LP): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência total de saída não deve exceder 100W. É permitido operar em mais de uma banda e escolher apenas uma delas para competir, porém, deve ser enviado o log completo. (Premiação para o 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.4) Operador Único – Todas as Bandas QRP (até 5 w) (SOAB QRP): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência total de saída não deve exceder 5w (Premiação para o 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.5) Operador Único – Todas as Bandas Alta Potência (SOAB HP): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país.  (Premiação para 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.6) Operador Único – Todas as Bandas Baixa Potência (SOAB LP): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência máxima de saída não deve exceder 100 watts (Premiação para 1º colocado nacional e 1º colocado internacional).

2.1.7) MIL:(estações multi – op, localizadas em Unidades Militares ou em instalações da Justiça Militar da União) (MULTI OP MIL): Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição, civis ou militares, operando estações dentro de Organizações Militares, das Forças Armadas ou Auxiliares, Auditorias da Justiça Militar da União, Edifício sede do Superior Tribunal Militar e Juntas de Serviço Militar nos municípios. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.8) Operador Único Militar – Todas as Bandas Baixa Potência (SOAB MIL LP): (Militares da ativa, Reserva remunerada, Aspirantes do EB R/2; Oficiais e Sargentos R/2 ou Reformados das três Forças Armadas e Forças Auxiliares – Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares). Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência máxima de saída não deve exceder 100 watts. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador (Premiação para 1º colocado nacional e internacional.

2.1.9) Operador Único Militar – Todas as Bandas Alta Potência (SOAB MIL HP): (Militares da ativa, Reserva remunerada, Oficiais e Sargentos R/2 ou Reformados das três Forças Armadas e Forças Auxiliares – Polícias Militares e Corpo de Bombeiros Militares).  Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.10) Operador Único Radioamador da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro – Todas as Bandas Baixa Potência (SOAB RAEB LP):  Exclusiva para Radioamadores Brasileiros membros do projeto da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro (RAEB) e que constam na lista de cadastro do CRAEC.  Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência máxima de saída não deve exceder 100 watts. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador. (Premiação para 1º colocado nacional).

(Lista de cadastrados na RAEB)

2.1.11) Operador Único Radioamador da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro – Todas Bandas Alta Potência (nova categoria (SOAB RAEB HP) Exclusiva para Radioamadores Brasileiros membros do projeto da Rede Auxiliar do Exército Brasileiro (RAEB) e que constam na lista de cadastro do CRAEC. Todos os trabalhos de operação e registro é executado por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência máxima de saída não deve exceder 1000 watts. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador. (Premiação para 1º colocado nacional).

 (Lista de cadastrados na RAEB)

2.1.12) Multi – Operador – Único Transmissor Todas as Bandas Baixa Potência (MULTI ONE LP): Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. A potência de saída não deve exceder a 100 W (cem watts). O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.13) Multi – Operador –  Único Transmissor Todas as Bandas Alta Potência (MULTI ONE HP): Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.14) Multi – Operador – Dois Transmissores (MULTI-TWO): Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Um máximo de dois sinais transmitidos é permitido a qualquer tempo em bandas diferentes. Qualquer um dos transmissores pode trabalhar quaisquer e todas as estações. Uma estação só pode ser trabalhada uma vez por banda independente de qual transmissor for usado. A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. O log deve indicar qual transmissor fez cada QSO (coluna 81 do modelo de QSO CABRILLO (n1mm) para concursos módulo CVADX estações two), O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores.  (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.15) HQ (LABRES e Associações Reconhecidas pela IARU) (HQ): Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição. Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência de saída não deve exceder a potência máxima permitida na legislação em vigor no país. Quando a operação não for na sede da associação, a estação deve possuir a respectiva licença. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.16) TEEN Operador Único (até 17 anos) (TEEN): Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento.  A potência total de saída não deve exceder 100W. O indicativo de chamada licenciado em nome do operador. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.17) OVERLAY: SUBCATEGORIA CW e SSB

  1. a) ROOKIE (novato-operador único): para participar nesta categoria, o operador deve ter sido licenciado a três (3) anos ou menos da data da competição. Indicar a data da primeira licença no campo SOAPBOX e nunca ter participado do CVA DX com outro indicativo. Todos os trabalhos de operação e registro são executados por uma pessoa (o operador). Apenas um sinal transmitido é permitido em qualquer momento. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).
  1. b) Demonstração (demonstration) (Demonstração): para participar desta categoria, a estação deverá estar montada em locais públicos, abertos à visitação pública e não pode ser utilizada a energia elétrica da concessionaria local. Mais de uma pessoa pode contribuir para a pontuação final durante o período oficial da competição O log apresentado deve ser compatível com as classes dos operadores. (Premiação para 1º colocado nacional e internacional).

2.1.18) Classificação de Clubes: (Somatório da pontuação de todos os integrantes): (Premiação para 1º colocado nacional e internacional). O nome do Clube indicado, deve ser EXATAMENTE igual ao nome constante da relação publicada no site do CVA DX Contest, sem acentuação ou qualquer outro caractere a mais.

  1. EXCHANGE
  2. a) Estação Diretora (PT2CVA),

RST + CVA (599 CVA ou 59 CVA)

OBS: Presidente, Secretário do CRAEC e Organizadores do CVA, poderão utilizar o exchange “CVA” e o QSO valerá 10 pontos. (todos são “hors concours”)
Habilitados para o presente Contest: PS7DX, PT2AC, PT2FC.

RST + CVA (599 CVA ou 59 CVA)

  1. b) Estações da LABRE e Associações de radioamadores reconhecidas pela IARU

RST + HQ (599 HQ ou 59 HQ)

  1. c) Estações localizadas em Unidades Militares ou Operador Único Militar

RST + MIL (599 MIL ou 59 MIL)

  1. d) Estações Brasileiras

RST + UF (599 RN ou 59 RN)

* RN é a UF do Rio Grande do Norte.

  1. e) Estações QRP

RST + QRP (599 QRP ou 59 QRP)

  1. f) Estações YL

RST + YL (599 YL ou 59 YL)

  1. g) Estações TEEN operadas por radioamador com idade menor ou igual a 17 anos.

RST + TEEN (599 TEEN ou 59 TEEN)

  1. h) Estações RAEB (Radioamador amigo do Exército Brasileiro, cadastrados no projeto RAEB.

Veja aqui a relação dos cadastrados

RST + RB (599 RB ou 59 RB)

  1. i) Estações de Demonstração (demonstration)

RST + FD (599 FD ou 59 FD)

  1. j) Estações DX

RST + DX (599 DX ou 59 DX)

QRP: 599 QRP ou 59 QRP

MIL: 599 MIL ou 59 MIL

YL: 599 YL ou 59 YL

HQ: 599 HQ ou 59 HQ

TEEN: 599 TEEN ou 59 TEEN

FD: 599 FD ou 59 FD

  1. k) Chamada Geral: CQ CVA…
  2. Pontuação:

Serão válidos todos os QSO confirmados, com estação trabalhada uma vez por banda.

  1. a) Estações brasileiras

Contatos entre estações do Brasil=2 pts.

Contatos entre estações do Brasil e DX=3 pts.

  1. b) E s t a ç õ e s D X

Contatos entre estações no mesmo país=1 pt

Contatos entre estações de diferentes países=1 pt

Contatos com estações do Brasil=3 pts.

  1. c) Todas Estações

Estação Diretora do CRAEC (PT2CVA), Presidente, Secretário e Organizadores do CVA =10

Contatos com estações MIL, YL, TEEN, FD, MIL, HQ ou RB=5 pts. (independentemente do país) Contatos com estações QRP=3 pts. (independentemente do país).

  1. d) Validação de QSO

Com estação que não enviou log – será válido se o indicativo aparecer em pelo menos 5 logs válidos

Com a mesma estação em bandas diferentes – será válido desde que o QSO na outra banda tenha sido feito no intervalo de 10 minutos ou mais

Indicativos presentes em apenas 01 (um) único Log serão denominados UNIQUES e considerados como erros de registro de QSO.

  1. MULTIPLICADORES:

Dois tipos de multiplicadores serão utilizados:

M1) Multiplicador por diferente UF Brasileira contatada por banda.

Exemplo PY1CJ logado em 28.000 Hz e 14.000 Hz somam 02 (dois) multiplicadores

M2) Um multiplicador diferente por país computada uma única vez em todas as bandas.

Exemplo N1MM logado em 28.000 Hz e 14.000 Hz soma 01 (um) multiplicador.

Atenção: No módulo N1MM as estações com os exchange ”MIL , YL, TEEN, FD, MIL, QRP, HQ ou RB” não estão sendo contabilizadas como multiplicadores UF, mas no programa de apuração do CVA, as mesmas serão contabilizadas como multiplicadores normalmente.

Permitidos contatos com estações do próprio país para o crédito de multiplicador.

Unidades Federativas:

Estado                       UF                     Estado                  UF            Estado                   UF

  • Acre                          AC                  Alagoas                   A L            Amapá                    AP
  • Amazonas              AM                 Bahia                       BA             Ceará                      CE
  • Distrito Federal   DF                  Espírito Santo      ES             Goiás                      GO
  • Maranhão              MA                 Mato Grosso         MT            Mato G do Sul    MS
  • Minas Gerais        MG                 Pará                         PA             Paraíba                   PB
  • Paraná                     PR                   Pernambuco        PE             Piauí                        PI
  • Rio de Janeiro       RJ                    Rio G Sul               RS            Rondônia               RO
  • Rio G Norte            RN                   Roraima               RR            Santa Catarina    SC
  • São Paulo                SP                   Sergipe                  SE            Tocantins              TO
  1. PONTUAÇÃO FINAL:

A pontuação final é obtida pela seguinte fórmula:

Total da pontuação final = soma de pontos de QSO de todas as bandas x [M1 (UF por bandas) + M2 (Países trabalhados a partir de todas as bandas)

  1. PENALIDADES:

a)-Anotação incorreta do Indicativo: perda de QSO pra quem anotou errado;

b)-Anotação incorreta do Exchange: perda do QSO para quem anotou errado;

c)-Duplicação de QSO: não há penalidade porem apenas um QSO será validado;

d)-Divergência de banda: perda do QSO para ambos;

e)-Divergência de QTR, acima de 5 minutos: perda do QSO para ambos;

f)-Envio de logs em papel ou formatos não aceitos pelo sistema de apuração (é admitido que o radioamador possa corrigir seu Log recusado pelo sistema de apuração, até 09 de setembro);

g)-O uso do DX Cluster é permitido, porém o auto-spot é proibido: perda de 100 pontos por auto-spot comprovado, da estação principal ou de um operadores;

h)-Chamar estação em QRG “ocupada” por outra estação: Se intencional e comprovado por gravação, perda de 100 pontos para o infrator.

i)-É vedada a operação (para pontuar) por pessoas sem COER: Reclassificação para Check Log;

j)-É vedada a operação (para pontuar) de portadores de COER em QRG não autorizada a sua classe: Reclassificação para Check Log.

k)-A violação das regras do concurso ou da legislação sobre radioamadorismo ou ainda conduta antidesportiva pode levar a uma ação desclassificação ou reclassificação para categoria check log.

  1. RECURSOS

A Organização do CVA DX CONTEST somente aceitará recursos, até 5 (cinco) dias após a publicação dos  “Claimed Scores” e até 48 hs após a divulgação do resultado final, através do e-mail

9.DECLARAÇÃO:

Ao enviar seu log de participação no CVA DX CONTEST você concorda que:

1) você leu e entendeu as regras do concurso e concorda em seguir as mesmas,

2) você tem operado de acordo com todas as regras e regulamentos pertencentes ao radioamadorismo de seu país,

3) seu log pode ser aberto ao público e,

4) todas as ações e decisões do Comitê CVA DX Contest são oficiais e finais…

10.LOGS E RESULTADOS:

1) Todos os logs deverão ser enviados SOMÉNTE via web http://www.cvadx.org/logcheck  até as 23h59min do dia 09 setembro do ano do concurso. A apresentação ou reapresentação de qualquer log após esta data será considerado log atrasado

2) O log deverá ser enviado no formato Cabrillo 3.0 colocando no assunto do e-mail apenas o indicativo e o modo da participação, exemplo: PS7AA-CW.log ou PS7AA-SSB.log

3) O Software recomendado para o registro do Log é o N1MM, https://n1mm.hamdocs.com

4) Os resultados serão publicados no site do CVA DX (www.cvadx.org).

5) Os certificados de participação do CVADX serão disponibilizados para download no momento da divulgação dos resultados.

6) A partir de 2019, o CVADX Contest, tornará público, todos os logs recebidos, com o objetivo de mostrar transparência do concurso CVA, e permitirá que os participantes estudem os registros para obter estratégias e técnicas melhores.

Nota:

Os check logs não serão divulgados. Esses registros são enviados para ajudar o comitê de competição e não terão a pontuação publicada nos resultados.

Os logs divulgados, terão os campos Endereço e EMAIL removidos. Sempre que possível, tentamos encontrar endereços de e-mail no SOAPBOX e os removeremos, para proteger a privacidade dos participantes.

Os logs publicados serão “utilizados” no processo de apuração do CVADX.

Todos os registros estarão no formato Cabrillo. Você será capaz de lê-los usando qualquer editor de texto ou visualizador.

BOM CONCURSO!

3 comentários em “Regulamento 60º CVA DX Contest – versão 1.2”

  1. Lima – PR8DX, este ano devemos participar diretamente daqui do 24°BIS estamos entrando em contato com nosso comandante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *